Decretado estado de emergência -Vazamento de gás metano continua nos EUA...

Em 30 de dezembro, o Aquarela Ambiental publicou matéria sobre o vazamento de gás metano em Port Ranch, California nos EUA . Hoje, 15 de janeiro de 2016 fomos descobrir se o problema de dimensões danosas para o meio ambiente já havia sido sanado, porém o que constatamos foi que a situação havia se agravou... Na última semana foi decretado estado de emergência!


O vazamento de gás metano foi detectado em 23 de Outubro de 2015, em um poço de gás natural subterrâneo da (SoCalGas) California Gas Company em Aliso Canyon - uma das maiores instalações de gás nos Estados Unidos. Apesar dos esforços para parar o vazamento bombeando líquido e lama no fundo do poço, o vazamento persiste, e a companhia de gás está agora perfurando um poço de alívio para interceptar o poço danificado. O vazamento lança na atmosfera cerca de 1.200 toneladas de metano por dia, dizem os especialistas, o equivalente a poluição produzida diariamente por 4,5 milhões de carros!


Enquanto isso, vários habitantes de Port Ranch já aparecem com sintomas de náusea, dor de cabeça e cansaço. Outros dizem que apareceram erupções no pescoço e rosto, e nariz com sangramento constante. Muitos dos 30.000 habitantes estão ficando enjoados por causa do cheiro de ovo podre do odorante colocado no gás para ajudar a detectar vazamentos. O gás contém benzeno, um conhecido agente cancerígeno, e mercaptanos, que estão causando dores de cabeça e náuseas. Em novembro, as medições da SoCalGas mostrou que as concentrações no ar de benzeno foram seis vezes mais elevadas do que os níveis seguros. Mesmo diante das evidências, a companhia de gás e as autoridades sanitárias dizem que o vazamento de gás não representa risco para a saúde. Especialistas dizem que, no entanto, o impacto ambiental será significativo, pois o metano é um gás de efeito estufa.


Foto 1: Vista áerea do vazamento. Foto 2: Um residente discute sua situação habitacional com um funcionário SoCal Gás no Centro de Recursos SoCal Comunidade de gás em Porter Ranch, Califórnia.

Mais de 10.000 moradores foram realocados até agora pela empresa de gás e outras centenas pediram para serem transferidas. Duas escolas primárias locais fecharam, e os estudantes estão sendo realocados em outros distritos. A empresa alega ter gasto 50 milhões de dólares em medidas para lidar com o vazamento, incluindo deslocamento temporário de moradores e instalação de purificadores de ar em cerca de 3.000 casas.


Mais de 01 mês depois da COP 21 onde se discutiu, entre outras problemáticas do meio ambiente, a redução da emissão de gases na atmosfera, nos deparamos com um problema de grande impacto ambiental que parece não ter a devida atenção! Quando discutiu-se na COP 21 sobre desenvolvimento sustentável, entendeu-se que seria necessário um esforço em comum em prol do futuro. Deveríamos pensar globalmente e agir localmente. Mas pelo jeito esbarramos em um ponto crucial: Comprometimento!

Featured Posts
Recent Posts