Rio Negro e Solimões: o encontro das águas que não se misturam

Ao longo de um percurso de cerca de 6 km, os rios Negro e Solimões correm lado a lado sem se misturar antes de se tornarem o Rio Amazonas. É uma das principais atrações turísticas da cidade de Manaus.


Mas porque não se misturam?


Por causa da diferença entre a temperatura e densidade das águas e, ainda, a velocidade de suas correntezas: o Rio Negro carrega uma grande quantidade de matéria orgânica desde sua nascente na Colômbia (o que dá o tom escuro à sua água) e corre cerca de 2 km/h a uma temperatura de 28°C, enquanto que o Rio Solimões que nasce nos Andes peruanos e tem uma água de aspecto barroso, devido a uma carga de sedimentos vindos da erosão de solos de origem vulcânica, corre de 4 a 6 km/h a uma temperatura de 22°C.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square